Dia Mundial da Criança!



O nosso post de hoje é dedicado às crianças! Estes super heróis desta quarentena.

Hoje trazemos um conto infantil adaptado.

Lançamos o desafio a uma profissional em ascensão.

Escrever um conto infantil para a Visionary no Dia Mundial da Criança.

E ela cumpriu o desafio de uma forma incrível. Adaptou um conto que todos nós conhecemos e transformou-o no conto da Visionary Fragment.

A Ana Cristina Macedo além de uma excelente profissional, que escreve muito bem faz umas ilustrações incríveis.

Podem seguir os trabalhos dela na página de Instagram @ilustrarbycm e na página do Facebook, Art?We do 4u.


E o nosso conto é: " Os 3 Porquinhos"


Os 3 Porquinhos


"Todas as histórias têm pelo menos três versões, a visão dos bonzinhos, a versão dos mauzinhos e a versão dos populares, e, quem faz um conto, acrescenta um ponto! Então vou contar a história verdadeira do Lobo Mau e dos três porquinhos.

Os três porquinhos eram os mais velhos de dez irmãos, os pais decidiram dar-lhes um pedacinho de terra e algum dinheiro para que construíssem a sua própria casa pois na deles já não havia espaço, e brevemente a família ia aumentar.

O Rodrigo era o porquinho mais novo só queria brincadeira, gastava tudo o que tinha em brinquedos e em doces com os amigos, não queria ter responsabilidade, e para não gastar dinheiro na casa, foi buscar palha, arranjou uns paus e construiu assim, uma casa de palha.

O Tomás era brincalhão, gostava de se divertir mas sempre quis ter o seu espaço, decidiu procurar na Internet um construtor faz-tudo que ficava mais barato e assim ainda sobrava dinheiro para fazer uma viagem. Encontrou o sr. Castor que fazia casas de paus de árvore por uma pechincha! Construíram uma casa de paus, e, até tinha uma janela!

O Lucas era o porquinho mais velho, responsável, cauteloso e organizado! Ele sabia perfeitamente que tinha de procurar a ajuda certa para que a longo prazo compensa-se, foi à empresa que o Lobo Mau trabalha, a Visionary Fragment Lda.

O Lobo Mau ficou tão entusiasmado que falou com o arquitecto para fazer o projeto e dar início à construção da casa!

Assim que a câmara deu luz verde, o Lobo Mau pôs a obra a andar com os construtores, electricistas, engenheiros, pintores, canalizadores, enfim, toda uma equipa pronta a ajudar e a realizar os sonhos do porquinho Lucas.

Um dia, a caminho da obra, o Lobo Mau reparou na casa do Rodrigo, uma casa de palha que com um sopro a casa voaria, no terramoto a casa se despedaçaria e cairia em cima da sua cabeça, e em dias de calor, a palha pegaria fogo.

O Lobo ficou muito preocupado e bateu à porta. Mas, o Rodrigo tinha tanto medo do Lobo que não abriu.

O Lobo Mau não desistiria tão facilmente, bateu novamente.

-Abre, tens problemas muito graves nesta casa, corres perigo…

O irmão mais novo respondeu:

-Nem penses, não vou abrir. O perigo que corro é contigo.

- Para te provar vou encher o peito de ar e esta casa vai voar! FIUUUUU, FIUUUU, FIUUUU!

Num instante a casa de palha desapareceu!

O Rodrigo muito assustado fugiu para casa do Tomás e disse que o Lobo Mau estava furioso e queria comê-lo.

O Lobo Mau, muito preocupado que voltasse a construir outra casa assim foi atrás dele.

Mais uma vez, viu que a casa não cumpria as normas de segurança, até chamou o seu arquiteto e o seu engenheiro para verificar o exterior.

Foi então que bateram à porta do Tomás.

- Abram a porta! Sou eu o Lobo Mau!

- Vai-te embora, deixa-nos em Paz.

-Mas a tua casa não é segura! Com um sopro de leão a casa vai ao chão! FIUUUU FIUUUU FIUUUU

E a casa passou a ser um monte de paus e folhas!

Os dois irmãos correram em direção a casa do irmão mais velho. Casa esta, construída pela Visionary Fragment Lda.

O Lucas viu os irmãos assustados e perguntou:

- Que se passa?

- O Lobo Mau destruiu a minha casa – disse o mais novo

- E a minha – disse o do meio.

E o Lucas questionou:

- Porque fez isso?

- Os olhos estão vermelhos de raiva. – disse o Rodrigo – e o pêlo está levantado. Parece fome!

- Quer-nos comer! – disse o Tomás.

O Lucas respondeu:

- O Lobo Mau é vegano, não come animais!

Entretanto, o Lobo Mau bate à porta.

O Lucas queria abrir a porta e os irmãos não deixavam, estavam muito assustados.

- Lucas sou eu o Lobo Mau, os teus irmãos estão assustados mas eu só quero mostrar que as casas não estão seguras. Com um sopro gigante, acham que esta casa fica em nada num instante? FIUUUU, FIUUUU, FIUUUU

A casa não se mexeu!

O Tomás e o Rodrigo, deixaram o Lucas abrir a porta, pediram desculpa ao Lobo Mau e disseram que nunca mais voltariam a confiar em pesquisas rápidas do google que mostram empresas sem certificados, e pediram ajuda à Visionary Fragment Lda para a construção de suas casas.

Ficaram um sonho! "


Ana Cristina Macedo


Neste conto adaptado para a Visionary Fragment, é retratado um assunto muito importante, a construção de uma casa.

A construção da sua casa é um processo demasiado importante para deixar nas mãos de qualquer pessoa ou empresa.

Não se deixe aliciar por preços mais baixos ou materiais mais acessíveis. Procure sempre empresas que lhe garantam uma construção segura e eficiente.

Na Visionary construímos a casa dos seus sonhos com todas as seguranças e o conforto que precisa para ser feliz.


Visionary Fragment a construir casa com futuro!


Visionary Fragment Lda

51 visualizações0 comentário
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

©2019 por Visionary Fragment.